sexta-feira, 29 de junho de 2012

Eu sonhei com a minha mocidade E acordei com a velhice em minha frente

Fui dormir enfadado, e por cansaço
Envolvi-me nos braços de Morfeu
Foi tão lindo, e naquele sonho meu
Juventude em mim ganhou espaço
Sem que houvesse obstáculo ou embaraço
Me senti vigoroso novamente
Acordei-me e notei que infelizmente
Era um sonho e não realidade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!


Nesse sonho eu vi com perfeição
Um passado perdido na distancia
Novamente voltei pra minha infância
Revivendo momentos de emoção
Que eu brincava feliz com meu irmão
E corria nos campos tão contente
Tudo estava tão bom, mas, de repente
Despertei soluçando de saudade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!


Meu passado, outra vez tornei rever
Foi tão bom ser um jovem mesmo em sonho
Porém ao acordar fiquei tristonho
No momento em que pude perceber
Que aquele instante de prazer
Não passava de um sonho tão somente
E voltei a sentir como se sente
Todo aquele que está na minha idade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!


Num cochilo que dei fui transportado
Ao tempo em que era adolescente
Minha voz ficou rouca e diferente
Vi meu corpo de novo ser mudado
Com a mocinha de quem fui namorado
Eu me vi namorando novamente
Da paixão calorosa e tão ardente
Só restou a lembrança, que maldade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!


Muitos anos voltei, e em outras eras
Retornei aos redutos infantis
Travessuras ingênuas que eu fiz
Revivi outra vez nessas quimeras
Bela casa eu nasci, hoje as taperas
Só abrigam fantasmas tão somente
Comparei meu lugar de antigamente
Com escombros de uma tempestade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!!


Em delírios eu fiz acrobacias
Como outrora já fiz no meu passado
Ao me ver novamente renovado
Foram intensas as minhas alegrias
Vigoroso com tantas energias
Eu me pus a sorrir alegremente
Porém nada valeu ficar contente
Despertei sem vigor nem vaidade
Eu sonhei com a minha mocidade
Acordei com a velhice em minha frente!!


Na velhice encontrei felicidade
Um passado feliz já foi vivido
Meu outrora foi muito divertido
E confesso que vivo com saudade
Meu convívio com a terceira idade
Não tem nada de mau, estou contente
Que não tenho o vigor de adolescente!
A ninguém vou negar essa verdade
Eu sonhei com a minha mocidade
E acordei com a velhice em minha frente!